A Pandemia da Covid-19, neste momento, é o centro das preocupações humanas.

Por conta disso, o que tem mobilizado o mundo, não sem motivo, são discussões científicas, decisões políticas e mudanças necessárias e radicais que envolvem a vida social e pessoal.

Respeitando, em primeiro lugar, a importância e urgência em relação à saúde e à vida, a realidade tem mostrado que a pandemia, para além de uma crise sanitária, médica, social e pessoal, representa também uma crise econômica e financeira considerável.

Aos empreendedores restam, portanto, mais estas questões relevantes com as quais precisam lidar: há demandas emergenciais que precisam ser implementadas para o negócio continuar funcionando e há decisões que definirão o futuro do negócio de uma maneira estrutural, quando a pandemia for ultrapassada.

Independente do tamanho ou segmento da marca ou do número de colaboradores na empresa, as decisões e ações tomadas agora, para além da continuidade do negócio, são o suporte para a manutenção de empregos, ampliação de ofertas de vagas de trabalho, o pagamento de impostos, em última análise, a conservação da atividade e desempenho econômicos do país.

Essa é a inestimável contribuição dos empreendedores para manter o círculo virtuoso da economia, que a todos interessa: ao país, aos trabalhadores e aos empreendedores

É preciso considerar que a superação da pandemia não significa voltar ao estado de normalidade como estava estabelecido; as transformações vividas atualmente estão traçando uma outra realidade.

Portanto, construir o futuro pós-pandemia exige planejamento, investimento e trabalho adicional, para lá chegar com ferramentas que possibilitem a sustentabilidade e expansão do negócio.

Não se pode dizer que os empreendedores não têm experiência nesse assunto, visto que, já ultrapassaram outras adversidades.

No entanto, a crise relativa à Covid-19 tem um aspecto muito particular que gera uma estagnação econômica significativa e que exige estratégias específicas para ser enfrentada.

Trata-se do isolamento social: lockdow (parcial ou total) tem a capacidade de interferir profundamente na economia, de um modo geral.

O “fique em casa” gerou a urgência de uma transformação na estrutura dos negócios: funcionários em casa, clientes e novos consumidores distantes das lojas e escritórios.

Embora já houvesse uma tendência para as relações comerciais online, isso ainda representava um potencial de crescimento, que poderia ocorrer paulatinamente.

Porém a transformação digital deixou de ser opção e passou a ser emergencial, estratégica e indispensável.

Outras crises financeiras já ensinaram aos empreendedores que nessas circunstâncias é preciso saber oportunizar e investir em soluções que mantenham a empresa robusta, tanto para passar pela crise quanto para sair dela em condições de continuidade para alavancar o negócio.

Especificamente no caso desta crise, em que o isolamento tem sido o mote de controle da disseminação da pandemia, a transformação digital se fez tão urgente quanto necessária.

Então, primordialmente, comece! Invista pouco, mas invista, nas áreas essenciais para a sustentação da marca:

Na Operação, centralize as informações, faça o melhor atendimento possível dos clientes e novos consumidores e mantenha os colaboradores comprometidos.

Nas Finanças: Controle custos fixos, otimize investimentos e planeje estratégias digitais para o pós-crise.

Quanto a Vendas, uma questão sempre essencial, mais que nunca, sua manutenção e ampliação é o arcabouço para a sustentação do negócio, neste momento e a base para o seu crescimento no retorno à normalidade.

É fato, vale reiterar, que nas circunstâncias presentes, essas ações passam, inevitavelmente, pela introdução da marca no espaço digital.

Desenvolver estratégias digitais rapidamente para introduzir ou adequar a empresa a esse ambiente e planejar o aperfeiçoamento desse processo para o pós-pandemia é garantia do sucesso do negócio, no futuro.

Site, Lojas Virtuais, Sistemas de gestão são ferramentas disponíveis no mercado, cujo custo benefício representa investimento que corresponde a retorno significativo.

Enxergar a oportunidade, em cenários de dificuldade, fazer correções de percurso, e neste caso, perceber a necessidade e vantagens de estar presente no espaço digital é inteligência estratégica, que manterá rodando a engrenagem do negócio e a dinâmica da economia.

É participar ativamente da história.

Faça suas considerações sobre o assunto na área de comentários. Conte-nos como está enfrentando os desafios deste momento.

Divulgue em suas redes sociais.

Conheça nosso atendimento e serviços que podem auxiliá-lo nessa jornada. Vamos em frente, juntos!

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *