Ao final deste ano atípico, de tropeços inesperados e aprendizados inevitáveis, começaremos 2021 organizando uma nova realidade, com uma integração nunca imaginada em tão pouco tempo, entre o mundo “real” (físico) e o mundo digital.

É urgente, portanto, começarmos, desde já, a investir em novas ideias, formas de conduzir nossos negócios e desenvolver  nossas relações de comércio.

Sob esse ângulo é relevante abordar e analisar um canal que vem se tornando cada vez mais referência para alavancar as vendas varejo, o Marketplace, numa tradução livre,  Shopping Center Digital.

Como num Shopping físico, aí se encontra grande diversidade de lojas, uma gama imensa de marcas e produtos à disposição do consumidor, numa grande estrutura de varejo, com as características do mundo   on line.

Os Marketplaces foram abrindo caminho no mundo do comércio e ampliando suas fronteiras, mas careciam de especificações importantes na relação comercial, como atendimento, garantia de entrega, pós venda, etc, o que está sendo, cada vez mais, aprimorado.

Já temos uma visão mais estratégica, novas posturas e condições de garantia nessas plataformas. Há grandes lojas de varejo que transformaram suas redes online em Marketplace e com seu nome e sua marca dão mais confiabilidade para essa modalidade de compra e venda.

A vantagem de participar num Marketplace para o E-commerce é, principalmente, a amplitude na visibilidade da marca e, portanto, maior oportunidade na geração de mais clientes e concretização de negócios.

O investimento para incluir uma Loja Virtual num Marketplace é pequeno, diluído pelo baixo custo fixo de manutenção e potencializado pelo retorno no volume de vendas.

Decorrente disso, os Marketplaces de grandes redes e outros b2c têm desenvolvido modelos bem estruturados, cuja confiabilidade se baseia na agilidade de entrega, controle dos entrantes e avaliação dos vendedores, pelos consumidores, como base de manutenção na plataforma.

Isso representa garantia inestimável para o consumidor e vantagem de agregar à marca, a segurança necessária e esperada para as relações  no mundo digital.

Essa será a tendência para os novos tempos.

O advento do Marketplace traz uma mudança no comportamento do consumidor, que testa, aprende, pratica e faz a comprar online, sozinho.

Por isso, cada vez mais, busca e valoriza segurança, agilidade na entrega, garantia no produto, comprometimento do e-commerce no atendimento de sua expectativa de compra.

Melhorar a experiência desse consumidor, no mundo Digital, passa a ser estratégia essencial do Negócio.

O efeito do Marketplace, esse novo modelo de “autoatendimento”, será  alterar rapidamente o enfoque na relação de comércio: de “foco no cliente” para o “foco do cliente”.

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *