Existem muitos instrumentos para se fazer uma teleconferência. Já para fazer uma consulta à distância, o instrumento deve ser apropriado a esse tipo de atividade.

Uma consulta pressupõe paciente – médico. Uma videoconferência permite vários participantes.

Uma consulta pressupõe que há uma relação profissional estabelecida. Uma videoconferência pode ser feita com várias pessoas e assistida por outras que não possuem nenhuma relação com o assunto ou relação profissional.

A TELEMEDICINA TRUST LINE abre a partir de um prontuário médico em uso. O médico acessa o cadastro do paciente agendado, entra no prontuário médico e o sistema orienta para envio de um link, que vai diretamente para o e-mail cadastrado na ficha do paciente. Este clica no link e a interação se estabelece.

Toda a consulta fica gravada, permitindo ao médico reproduzir, posteriormente, para sanar dúvidas.

É um novo patamar de comunicação, que se estabelece dentro de um balizamento consoante com a atividade médica. Respeita regras de sigilo, registro e individualidade.

Promove enorme ganho de tempo na locomoção do paciente, riscos inerentes ao deslocamento, intempéries, acompanhamento etc.

Do lado do médico, evita o tumultuo de uma sala de espera cheia, gastos com insumos para acomodação adequada aos pacientes em espera, prejuízo com as faltas ocasionadas por trânsito, chuvas, carro quebrado e tantas outras dificuldades comuns.

TELEMEDICINA TRUST LINE, uma inovação em medicina.

#telemedicina #trustline #telemedicinatrustline #medicinaadistancia #consultaremota #consultaadistancia

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *